FOMOS A ESPÉCIE QUE HÁ NA TERRA MAIS SOCIAL

FOMOS A ESPÉCIE QUE HÁ NA TERRA MAIS SOCIAL

Uma das principais razões do nosso desconforto perante o confinamento imposto pela atual situação é o facto de sermos, de longe, a espécie mais social que há na terra. Superamos mesmo as formigas.

Daniel Gilbert, professor de psicologia de Harvard, numa entrevista conduzida por Gardiner Morse refere o seguinte: “Se eu quisesse prever a sua felicidade, e só pudesse ter um dado em que me basear, não quereria saber o seu género, a sua religião, o seu estado de saúde ou o seu rendimento. Quereria informar-me sobre a sua rede social – sobre os seus amigos e família, e sobre a força dos laços que vos unem”.

Efetivamente, somos animais sociais. Só nos realizamos no contacto com o outro. Precisamos dos outros para nos sentirmos bem.

Neste tempo de confinamento, aproveite todos os momentos para reforçar os laços com as pessoas que ama. Tire algum tempo para brincar com os seus filhos. Encurte distâncias com a sua companheira, ou companheiro. Enfim, procure ser mais feliz, pois feliz é suposto que já o seja.

Deixe uma resposta